Página do Romeu - VALDÉLIA BARROS
VALDÉLIA BARROS
Por Romeu


Acabei de reler "Um Anjo Atravessa o Asfalto" da grande escritora, Valdélia Barros, editado no ano de 1985.
Trata-se de um trabalho de grande valor literário, porque, Valdélia, sabe, com muita força, denotar a nossa expressão de uma forma concreta, levando-nos a vivenciar os momentos narrados nos contos, como se fossem eventos do nosso dia-a-dia.

As palavras se unem em expressões de teor tão bem condizentes, que passamos a participar das emoções contidas nas narrativas, revivendo elementos que constaram, em nossa vivência cotidiana, com todos os retraços de emoções e deslumbramentos.
Bem elaborado, o livro, em cada passage m, nos conduz a uma lembrança contida na vida real ou mesmo no contexto social que marcou a nossa concepção histórica, dentro dos acontecimentos que marcaram nossa passagem pelo veio social.

No conto "As Meninas", por exemplo, Teodomira e Ambrosia quando, por uma instância relacionada com um evento ligado ao cangaceirismo, libertam-se do domínio paterno de seu Salustiano, retomam o condicionamento de uma vida que, mesmo irregular, por estar ligado a elementos humanos refratários as leis, demonstram qe o excesso de domínio humano, a que foram submetidas em sua criação, também excediam a boa norma da verdade existencial.

Temos contos como, por exemplo, "A Miragem", onde a ação danosa causada pela estiagem, faz a autora reconstruir a necessidade de toda uma familia com crianças pequenas, serem obrigadas a executar a ação de retirantes: "Sem destino. Sem ninguém a espera..."

Mesmo considerando a abordagem surrealista no conto "A Casa Grande", p ercebemos que Valdélia, transfigura o elemento narrativo, com o propósito autêntico de nos abrigar dentro de uma amplitude imaginativa, envolvendo o espaço físico daquela residência. A casa grande, passa a ser casa verde, com quatrro janelas de frente e uma porta comprida.Vazia e de aspecto sombrio, ela abriga o elemento narrativo em que a voz do personagem João Ricardo, mesmo representando, no início, um achado fantástico, no final ela representa o foco afetivo de uma nova moradora que reformou sua estrutura física.

"A Festa de Tetê", "A Miragem", "Jesus" e tantos outros contos, completam essa viagem de um anjo que nos visita, conduzido pelo texto escrito e bem estruturado.

Mais do Romeu
Orvalho
Veja mais...
PORTAL 100 FRONTEIRAS
Copyright 2011/2015.
Todos os direitos reservados
João Pessoa-PB
Ideias Multimidia