O SANTO REMÉDIO: O Brasil precisa também acabar com a reeleição para vereadores, deputados e senadores

Por Rui Galdino Filho
Advogado, desportista e comentarista

Por Rui Galdino Filho ( advogado, radialista e comentarista )

 

João Pessoa-PB, 06/01/2016.

 

 

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. O ano passado, a Câmara dos Deputados aprovou uma Proposta de Emenda Constitucional – PEC, pondo fim a reeleição no Poder Executivo para os cargos de prefeitos, governadores e presidente da república. Essa proposta já está no Senado Federal, e após ser analisada pela CCJ, vai para o plenário do Senado e deverá ser mantida conforme o que foi aprovado pela Câmara.

Porém, isso só não basta! O Brasil precisa também acabar urgentemente com a reeleição no Poder Legislativo para os cargos de vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores. Os políticos brasileiros gastam mais da metade de seu tempo, fazendo política e gastando dinheiro público com propaganda visando unicamente as suas reeleições. A politicagem e a safadeza são tão grandes, que alguns chegam a gastar mais com a propaganda do que com a própria obra que diz ter realizado para o POVO.

Câmara de Vereadores, Assembleias Legislativas, Câmara Federal, Senado Federal, Prefeituras, Palácios de Governadores e Palácio do Planalto, são verdadeiros paraísos para que nossos políticos eleitos e reeleitos, façam da atividade política seus meios de vida e suas carreiras profissionais. Tudo isso só acontece por causa da REELEIÇÃO, e isso tem sido um grande mal, um grande atraso e um grande “câncer” para o nosso país e seu povo.

Com exceção dos cargos e carreiras que são originados através de concurso público, NINGUÉM, pode viver eternamente às custas do DINHEIRO PÚBLICO. A reeleição permite tudo isso e muito mais, por isso tem que se acabar. Além disso, os nossos políticos recebem salários altíssimos, vantagens e mais vantagens, mordomias e privilégios, que provocam um verdadeiro ROMBO nos cofres públicos da nação, sem contar com a corrupção do dinheiro público, onde 40% do dinheiro do povo, advindos de impostos, etc..., são desviados para o ralo da safadeza pelo país a fora.

A reeleição é  a principal causa de toda corrupção e desmandos que acontece em nosso Brasil. Por isso, vou defender O FIM DA REELEIÇÃO EM TODOS OS NÍVEIS DE MANDATOS, e não apenas para o Executivo. Esse é um assunto que faz os nossos políticos correrem de perto, assim, como o diabo corre da cruz. No entanto, é um assunto que devemos encarar com firmeza e cobrar dos nossos deputados federais e senadores uma posição arrojada em favor do fim da reeleição em todos os níveis ( Executivo e Legislativo ).

A reeleição é um instrumento que visa unicamente a perpetuação de um projeto de poder e nunca de governo. Além disso, transforma a política em profissão, ou seja, em carreira política, passando o bastão de pai para filhos, transformando a nossa política em verdadeiras oligarquias. No Poder Legislativo, vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores se perpetuam no poder por 10, 20 e até 30 anos ou mais. Isso não pode mais continuar dessa forma, tem que ter um fim!

Hoje em dia, quem tem dinheiro e está gozando de algum mandato eletivo, tem imensas chances de se reeleger. Ou seja, tem dinheiro, por que tem mandato e poder, e tem mandato e poder, por que tem dinheiro. E aí, fica esse eterno ciclo vicioso, com a presença de políticos carreiristas e profissionais, ancorados na possibilidade de reeleição de seus mandatos. Isso não pode mais continuar dessa maneira e tem que se acabar urgentemente.

A reeleição, também é fonte primária de toda corrupção que tem acontecido na política brasileira. Com a reeleição, o político eleito passa todo o seu mandato, tentando conseguir vantagens, prestígio e muito dinheiro, visando exatamente a sua reeleição. Na verdade o político serve muito pouco e se serve muito mais. O instituto da reeleição, transforma os políticos e demais dirigentes em verdadeiros parasitas da nação e em “nome do povo”, pintam e bordam em suas respectivas casas legislativas. Isso tem que se acabar urgentemente!

Ninguém confia mais nos políticos. Com raríssimas exceções, quem está destruindo o nosso país, são exatamente os políticos brasileiros, que são eleitos e reeleitos e fazem da política um grande negócio e grandes negociatas. Já imaginou o que acontece nos bastidores dos poderes em Brasília? Dizem que a Polícia Federal, o Ministério Público e o juiz Sérgio Moro, descobriram apenas a ponta do iceberg da corrupção pública brasileira. E por incrível que pareça, todos os políticos envolvidos, acusados e condenados até agora, foram todos eleitos e reeleitos. São as mesmas caras que atravessam décadas nos parlamentos do país, através da REELEIÇÃO, se transformando em verdadeiros PHDs em todo tipo de safadeza e corrupção.

Uma vez eleito, o político tem que cumprir o seu mandato até o fim. Essa história de se afastar do mandato ( desincompatibilização ) para disputar um novo cargo eletivo, é outra aberração e fonte de corrupção. A pessoa usa e abusa do cargo eletivo, se enche de poder, de prestígio, regalias, mordomias, e além do salário que já é alto, ainda “arranja” mais dinheiro e vai para a reeleição ou disputar outro mandato. Isso não pode mais continuar assim, pois dessa forma, permite a formação de políticos profissionais, carreiristas e verdadeiros parasitas da nação.

O fim da reeleição no Poder Executivo não deixa de ser um avanço, porém, um avanço manco, um avanço que não põe fim a possibilidade de dificultar a corrupção e a safadeza política desse país. Temos que acabar com a reeleição em todos os níveis e só permitir que a pessoa uma vez eleita, só tenha direito a disputar um novo mandato, depois de no mínimo 04 anos e que esta proibição também seja estendida aos seus parentes até o 3º grau dentro de todo território nacional.

Quando digo em todo território nacional, é para evitar que um “político sabidão e profissional da política”, saia de uma cidade para se candidatar em outra na eleição seguinte, ou sair de um estado para se candidatar em outro na eleição seguinte. Isso tem acontecido muito no Brasil. Uma vergonha da nossa legislação, que é feita pelos políticos profissionais e para eles. E agora? Será que entre os 81 senadores e 513 deputados federais que o Brasil possui atualmente, não existe UM SEQUER que tenha coragem para apresentar um projeto de lei e/ou uma PEC acabando com o fim da reeleição em todos os níveis?

 

Aliás, pra que tantos vereadores, deputados estaduais, federais e senadores em nossas casas legislativas? Precisa desse povo todo? Quanto dinheiro é gasto pela nação para manter a mordomia e safadeza desse povo todo, que se dizem nossos representantes. Na verdade são representantes dos seus interesses e nada mais, e tudo isso por conta do povo, do dinheiro público. É muita safadeza!  

A maior mudança que o Brasil precisa, é acabar a reeleição em todos os níveis, um período de quarentena e também diminuir pela metade o número de parlamentares em todas as casas legislativas do país. Prá que tantos vereadores, deputados e senadores? Na verdade, cada estado só precisaria de um senador, cujos suplentes seriam os outros mais votados, independente do partido. Atualmente são 03 senadores e 06 suplentes. Pra que tudo isso?

Os vice-prefeitos, vice-governadores e vice-presidentes, deveriam ser os demais candidatos a prefeito, governadores e presidentes mais votados, independentes do partido. Assim seria mais justo e legítimo. Suplentes de deputados e vereadores, deveriam ser os demais mais votados pela ordem independente de partido. Assim também seria mais justo e legítimo. Essa história de coligação partidária é outra aberração e vergonha que tem transformado diversos partidos políticos em legendas de alugueis.

Mas, qual o PARLAMENTAR BRASILEIRO que tenha a coragem e a ombridade de propor o FIM DA REELEIÇÃO EM TODOS OS NÍVEIS?

E não venham com esta conversa fiada de que estão trabalhando em nome do povo e que por isso merecem serem reeleitos. Chega de explicações e retóricas, os sujos falando dos mal lavados, todos se considerando paladinos da moralidade e querendo se perpetuar no poder através da reeleição. Na verdade, a mudança pelo voto é muito lenta, pois, a maioria do nosso povo é muito carente, sofrido e tem memória curta. E é exatamente nisso, que os políticos apostam e se eternizam no poder através da reeleição.

Está provado que a maioria esmagadora dos nossos políticos só agem em defesa dos seus interesses pessoais. O fim da reeleição para todos os cargos eletivos, será um SANTO REMÉDIO para que o Brasil comece a viver um novo tempo. Com isso, todos os governos e parlamentos do país seriam renovados e oxigenados com pessoas novas e diferentes a cada 04 anos de maneira obrigatória. O povo continuaria a votar do mesmo jeito, porém, em pessoas diferentes, evitando assim a formação de oligarquias e políticos profissionais.

Só a LEI muda o Brasil de maneira mais rápida e eficiente. A nossa democracia é extremamente importante e foi conquistada às duras penas. Por isso, o direito do voto secreto e universal tem que ser mantido, porém, mudanças de políticos profissionais, fim de oligarquias, etc, apenas através do voto, tem sido ineficientes e bastante demoradas, pois, quem tem DINHEIRO compra seus mandatos. Tudo isso, traz um imenso atraso e prejuízo para o nosso país. A reeleição de políticos, principalmente no Poder Legislativo, é um verdadeiro “câncer” para o nosso país e como tal, deve ser extirpada o mais rápido possível e com isso, teríamos a cada eleição uma renovação obrigatória em todos os parlamentos do Brasil e o fim dos políticos de carreira e das oligarquias familiares.

As verdadeiras mudanças que o Brasil precisa são as seguintes: 1 – Fim da reeleição em todos os níveis de mandatos eletivos. 2 – Período de quarentena para que o eleito só possa a voltar a concorrer em outra eleição dentro de todo território nacional, depois de no mínimo 4 anos, acabando assim, com os parasitas do poder e políticos profissionais. 3 – Diminuição de 50% de parlamentares em todas as casas legislativas do país ( Câmara de Vereadores, Assembleias Legislativas e Câmara Federal ). 4 – Apenas 1 senador por estado. Todas as demais mudanças virão em decorrência dessas. Só assim, teremos uma nova qualidade de representantes e de políticos em nosso país. O grande problema e entrave, é saber qual político brasileiro terá coragem de propor tudo isso? Quem? Enquanto isso não acontecer, o Brasil vai avançando a passos de tartaruga e isso faz a felicidade geral de nossos políticos atuais. Essa é que a realidade! Por isso, eu só acredito em verdadeiras mudanças, a partir DO FIM DA REELEIÇÃO EM TODOS OS NÍVEIS DE MANDATOS ELETIVOS!!!!!!!!!!!!!!!!

 

VIVA UM NOVO BRASIL!

 

PORTAL 100 FRONTEIRAS
Copyright 2011/2015.
Todos os direitos reservados
João Pessoa-PB
Ideias Multimidia