+ Aumentar fonte | - Diminuir fonte
29/05/2012
Comissão de juristas aprova:
fim da prescrição para crime de tortura



A Comissão de juristas, que elabora o anteprojeto do novo Código Penal, aprovou, nesta segunda-feira, o fim da prescrição (prazo estipulado para processar o acusado) para o crime de tortura. As informações são da Agência Senado.

A proposta atende ao Tratado de Roma, do qual o Brasil é signatário, e também considera que a tortura é um crime inafiançável ou passível de graça, indulto ou anistia. Depois de grande discussão, a comissão estabeleceu como pena para o crime de tortura a prisão de quatro a dez anos.

 

Se a tortura resultar em lesão corporal grave, a pena será de seis a 12 anos de prisão. Se resultar em morte, sem intenção do torturador, a pena será de oito a 20 anos. A morte dolosa (com intenção de matar) causada pela tortura foi tratada no capítulo de crimes contra a vida, com pena estipulada de 12 a 30 anos de prisão.

 

A comissão determinou também que, se em razão do sofrimento físico ou mental, advindo dos atos de tortura, a vítima se suicidar, as penas serão iguais à da morte sem intenção do torturador, ou seja, de oito a 20 anos.

 

A comissão tem até junho para finalizar as propostas que serão encaminhadas então para votação do Congresso.

 




Fonte: terra


Nenhum comentário! Faça o primeiro

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL 100 FRONTEIRAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL 100 FRONTEIRAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Clique e acesse

Uma coisa boa que ficou melhor
Pesquisa com 5.769 estudantes mostra que perder a virgindade está cada vez melhor: para ambos os sexos
O melhor remédio para idosos
Especialista aconselha: pessoas com mais de 60 anos devem consumir líquidos de 2 em 2 horas
Dilma refém
"Amordaçada dentro do Palácio do Planalto, sob vigilância de Gilberto Carvalho, espião do ex-presidente"- J.O.
Apoio em troca de nada
PT-PB queria neutralidade do governador RC entre Dilma e Campos; não terá nem apoio a Cartaxo/PT em 2016
Diplomacia anã 'Top-Top'
"Subservientes, diplomatas assistem o 'Top-Top' Marco Aurélio Garcia esfacelar o prestígio do Itamaraty"- C.H.

Sobre a copa da Fifa no Brasil, você acha que...




Copyright 2011/2013.
PORTAL 100 FRONTEIRAS
Todos os direitos reservados.
João Pessoa-PB