Foto Notícia

Lindbergh cobra expulsão do embaixador de Israel no Brasil

Por: | 09/11/2023


Deputado federal Lindbergh Farias disse que Daniel Zonshine "cruzou a linha do aceitável" e cobrou que o Itamaraty "avalie e requisite sua expulsão do país"

Lindbergh Farias e Daniel Zohar Zonshine
Lindbergh Farias e Daniel Zohar Zonshine (Foto: Renato Araújo/Câmara dos Deputados | Marcos Oliveira/Agência Senado)


247 - O deputado federal Lindbergh Farias (PT-RJ) usou as redes sociais para afirmar que o embaixador de Israel no Brasil, Daniel Zonshine, “cruzou a linha do aceitável” ao se encontrar com Jair Bolsonaro (PL) e parlamentares de extrema direita para exibir imagens da guerra das forças israelenses contra os palestinos, na Câmara dos Deputados, na quarta-feira (8). “Que o Itamaraty avalie e requisite sua expulsão do país”.

“O embaixador de Israel, Daniel Zonshein (sic), cruzou a linha do aceitável. Criticou publicamente Lula e o governo, que desde o início do conflito só pregam e trabalham pela PAZ, e agora se reúne com Bolsonaro e bolsonaristas pra fazer política? Devia estar seriamente empenhado em retirar brasileiros da região, isso sim. Basta. Que o Itamaraty avalie e requisite sua expulsão do país”, postou Lindbergh na rede social X, antigo Twitter.

O encontro da quarta-feira foi articulado por Zonshine e parlamentares alinhados à extrema direita com o objetivo de exibir imagens veiculadas por Israel sobre um ataque atribuído ao grupo palestino Hamas, datado de 7 de outubro.

Nesta linha, Zonshine tem estreitado os laços com figuras importantes do bolsonarismo, como Eduardo Bolsonaro, Nikolas Ferreira, Carla Zambelli, Sóstenes Cavalcante, Julia Zanatta, André Fernandes e Cabo Gilberto Silva.


FONTE: Brasil 247 - Acesse

Todos os campos são obrigatórios - O e-mail não será exibido em seu comentário